Sacerdócio real


VERSO PARA MEMORIZAR: “Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas dAquele que os chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz” (1Pe 2:9, NVI).

LEITURAS DA SEMANA: 1Pe 2:1-3; Hb 4:12; 1Pe 2:4-8; Is 28:16; Êx 19:3-6; 1Pe 2:5, 9, 10

Imerso na cultura, religião e história judaica, Pedro se referiu aos cristãos a quem escreveu como “nação santa, povo exclusivo de Deus”. Ao fazer isso, ele empregou a linguagem da aliança, usada no Antigo Testamento para se referir ao antigo Israel, e a aplicou à igreja do Novo Testamento.

Isso não é surpresa, pois os cristãos gentios haviam sido “enxertados” no povo da aliança divina. Eles passaram a ser participantes das promessas da aliança. “Se, porém, alguns ramos foram quebrados, e tu, sendo oliveira brava, foste enxertado em meio deles e te tornaste participante da raiz e da seiva da oliveira, não te glories contra os ramos; porém, se te gloriares, sabe que não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz, a ti” (Rm 11:17, 18).

Nas passagens bíblicas que estudaremos nesta semana, Pedro ressaltou aos seus leitores a responsabilidade sagrada e a alta vocação que eles tinham como povo da aliança divina, aqueles que, conforme a linguagem de Paulo, haviam sido “enxertados” na oliveira. Assim como o antigo Israel, os cristãos gentios também tinham a responsabilidade de proclamar a grandiosa verdade da salvação oferecida pelo Senhor.