A obra do Espírito Santo


VERSO PARA MEMORIZAR: “Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nEle, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo”(Rm 15:13, NVI).

LEITURAS DA SEMANA: Jo 16:8-11; Rm 5:10; Hb 4:15, 16; 1Pe 5:8, 9; 1Jo 5:12, 13; Sl 31:24

Ao chegarmos ao fim do nosso estudo deste trimestre sobre o Espírito Santo e a espiritualidade, vamos nos concentrar em outra obra decisiva do Espírito que ainda não foi contemplada.

Quando Jesus anunciou aos discípulos que iria para o Pai, prometeu lhes enviar o Espírito Santo. “O Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em Meu nome, Esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito” (Jo 14:26).

De acordo com Jesus, o Espírito Santo é um parakletos, isto é, um “ajudador”, “consolador”, ou “advogado” que intercede por nós. Cristo anunciou também a obra que esse advogado faria: Ele “[convenceria] o mundo do pecado, da justiça e do juízo” (Jo 16:8).

Nesta última semana, vamos estudar mais detalhadamente essa obra específica do Espírito Santo. Aprenderemos também como ela está relacionada a outros dois aspectos importantes de Seu ministério em nosso favor: nossa certeza da salvação e a gloriosa esperança que impulsiona nossa vida como discípulos de Jesus Cristo.